quarta-feira, 6 de abril de 2011

A Câmara Viajante

Que pode a câmara fotográfica? 
Não pode nada. 
Conta só o que viu.
Não pode mudar o que viu. 
Não tem responsabilidade no que viu. 
A câmara, entretanto, 
Ajuda a ver e rever, a multi-ver 
O real nu, cru, triste, sujo. 
Desvenda, espalha, universaliza. 
A imagem que ela captou e distribui. 
Obriga a sentir, 
A, criticamente, julgar, 
A querer bem ou a protestar, 
A desejar mudança. 

A câmara hoje passeia contigo pela Mata Atlântica. 
No que resta - ainda esplendor - da mata Atlântica 
Apesar do declínio histórico, do massacre 
De formas latejantes de viço e beleza. 
Mostra o que ficou e amanhã - quem sabe? acabará 
Na infinita desolação da terra assassinada. 
E pergunta: "Podemos deixar 
Que uma faixa imensa do Brasil se esterilize, 
Vire deserto, ossuário, tumba da natureza?" 
Este livro-câmara é anseio de salvar 
O que ainda pode ser salvo, 
O que precisa ser salvo 
Sem esperar pelo ano 2 mil. 



Autor: Carlos Drummond de Andrade


As maquinas fotográficas fazem parte do nosso dia-a-dia, mas nem sempre foi assim tão fácil e acessível para todos fotografar. Anexei dois videos que contam um pouco do processo fotográfico, espero que gostem,

bjs Mabi =]


video



Uma experiencia legal e facil de fazer.... 

video


TOME NOTA: A palavra Fotografia vem do grego φως [fós] ("luz"), e γραφις [grafis] ("estilo", "pincel" ) ou γραφη grafê, e significa “desenhar com luz e contraste”
Por definição, Fotografia é, essencialmente, a técnica de criação de imagens por meio de exposição luminosa, fixando esta em uma superfície sensível.


ps: talvez você também queira ver - http://www.youtube.com/watch?v=6ZUUS9kjWf8&feature=grec_index